sábado, 12 de janeiro de 2013

Poeira



Fragmento no olho do furacão.
Pequenino ponto cheio de alguma vida.
Bem mais que corpo inerte.
Coração no centro de um peito torpe.
Movimento,
sentimento,
sofrimento.
Unha e dente,
busca de alimento.
Armadura da alma.
Invólucro sagrado forjado pelo imenso.
Calor mantendo o que é vida.
Contendo carne.
Proteção ínfima.
Veias,
artérias,
impulsos nervosos,
pensamento.
Umbigo do mundo.

Fragmento no olho do imenso.
Pequenina carne cheia de algum furacão. 
Pensamento cheio de calor.
Unha que busca o peito.
Contendo alma.
Movimento, artérias, veias.
Armadura da vida
Invólucro ínfimo forjado pelo mundo.
Umbigo do sagrado.

Proteção contendo vida.


Anderson Lobo