quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Quando Ian Anderson se Encontrou com D. Zabé da Loca





Foi em um subúrbio de Paris
que D. Zabé da Loca, tresloucada,
se encontrou com Ian Anderson.
E o mundo parou para ouvir o duelo improvável entre caatinga e Escócia.
Assim se deu improviso admirável
entre Gonzaga e Bach,
Hendrix e Jackson do Pandeiro.
Melodia de milhões de pifes
ao som de folk e de medievo.
Sopros incalculáveis de sonoridades ímpares.
Sinfonia, algo magnífica,
entre Caruaru, Camelot
e o resto do mundo.
E o Sertão de Euclides nunca mais foi o mesmo! 
Lampião acabou por se embrenhar em floresta celta,
em cujo interior, Padre Cícero rezava,
entre druidas e Conselheiro,
ao som doce de flautas.

Foi em um subúrbio de Paris que se deu o caso!
E o mundo parou para admirar
a beleza desvairada de tal encontro.
 
Anderson Lobo
(aprendiz de domador de palavras)


Saiba mais sobre D. Zabé da Loca no link:

Um comentário :