sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

sobre o pôr-do-sol


foto: Julyana Thandara

bem ali,
como uma pintura.
dança singela
de cores e absurdos.
céu e tons.
toque de algo eterno,
como um sonho.
algo sobre a leveza.
o fim e o nascimento.
dia, noite e tão além.
Divinamente,
redenção.
transformação.
lampejo de algo transcendental.
aquarela
e mãos divinas.
como adentrar,
com entusiasmo,
na morada do imenso.

Ah! se todos soubessem do pôr-do-sol e sua lição!

Anderson Lobo 
(apreciador do pôr-do-sol)

Um comentário :